Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo fecharam em queda nesta quinta-feira, revertendo ganhos iniciais, pressionados pelo aumento no número de casos de Covid-19 na Índia e em outros locais, embora tenham tido algum suporte de um relatório publicado no dia anterior, que mostrou que os estoques da commodity nos Estados Unidos recuaram mais bruscamente do que o esperado.

O petróleo Brent fechou em queda de 0,87 dólar, ou 1,3%, a 68,09 dólares por barril. Os contratos futuros do petróleo dos EUA (WTI) recuaram 0,92 dólar, ou 1,4%, para 64,71 dólares o barril.

“Quando a Arábia Saudita reduziu o preço para venda de petróleo, tivemos um forte lembrete de que ainda há algum perigo de a Covid impactar a demanda”, afirmou Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago.

Na quarta-feira, ambas as referências atingiram o maior nível desde meados de março antes de recuarem, fechando praticamente estáveis após de dois dias de ganhos.

A Índia registrou recordes diários de infecções e mortes por Covid-19, com o vírus se espalhando por cidades e vilas do segundo país mais populoso do mundo, afetando expectativas de que a segunda onda estivesse prestes a atingir seu auge.

“Os recordes de novas infecções na Índia têm feito as manchetes e alimentado o receio de que a demanda vai se recuperar de forma mais lenta”, afirmou o Commerzbank.

(Reportagem Adicional de Ahmad Ghaddar, em Londres, e Jessica Jaganathan, em Cingapura)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).