SÃO PAULO (Reuters) – O preço médio do diesel comum nos postos de combustíveis do Brasil avançou 5,17% no início de maio em comparação com o valor registrado ao final de abril, disse nesta sexta-feira a Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil.

Segundo o índice de preços da companhia, o combustível mais utilizado do país atingiu média de 4,679 reais por litro no período, revertendo cenário de queda que havia apresentado no mês passado, quando recuou 0,84% ante fim de março.

O diesel tipo S-10, por sua vez, subiu 5,42%, para 4,740 reais o litro, acrescentou a Ticket Log.

“Em abril, ambos os combustíveis haviam apresentado recuo nos preços, tanto no cenário nacional como nos regionais. A redução interrompeu uma sequência de cinco altas consecutivas até março”, disse em nota o chefe de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

“Mas agora, tanto o diesel comum quanto o diesel S-10, com os aumentos acima de 5% em relação ao fechamento do último mês, apresentam preços por litro maiores que os apresentados em março”, acrescentou.

A alta vista até este momento de maio coincide com o período em que deixou de vigorar uma medida do governo federal que isentava o óleo diesel da incidência de PIS/Cofins. O corte tributário, anunciado no início de março pelo presidente Jair Bolsonaro para tentar conter a escalada do preço do combustível, teve validade de dois meses.

Ainda de acordo com a Ticket Log, o valor do diesel subiu em todas as regiões do país no início de maio. Os postos do Sul, ainda que tenham os preços médios mais baratos do Brasil, apresentaram a maior alta no período, de 7,04% no diesel comum e de 7,41% do S-10.

Já o Norte, onde os postos comercializaram os combustíveis pelos valores médios mais altos, a taxa de aumento foi a menor do país, atingindo 3,41% para o diesel comum e 4,10% para o S-10, acrescentou a companhia. O Amapá foi o único Estado com recuo nos valores do diesel comum no intervalo analisado.

O levantamento da Ticket Log tem como base abastecimentos realizados por 1 milhão de veículos administrados pela marca em 18 mil postos credenciados.

(Por Gabriel Araujo; Edição de Luciano Costa)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).