A produção de ovos nas granjas brasileiras bateu dois recordes consecutivos de quase 1 bilhão de dúzias no segundo e no terceiro trimestre de 2019. Os dados da Estatística da Produção Pecuária, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na última quinta-feira (12), indicam uma resposta dos produtores às famílias, mais disponíveis a gastar com alimentos e, em muitos casos, comércio informal de quitandas.

Que recorde foi esse? Entre maio e julho, 958,11 milhões de dúzias de ovos foram produzidas no país. Um recorde. Na sequência, de julho a setembro, a produção foi além: 964,89 milhões de dúzias, ou 1,15 bilhão de unidades.

O que isso significa? Quando a economia estava bastante desaquecida, a produção de ovos estava menor. Quando, em meados do primeiro semestre, o consumo das famílias começou a aumentar, o preço dos ovos subiu um pouco, lembra Daniel Goulart, professor na FGV.

A reação foi começar a produzir mais para aproveitar o mercado, que está pagando bem pelo produto. “Os produtores viram o fortalecimento da demanda e decidiram aumentar a produção nos últimos meses”, afirma Goulart. Como produzir ovo é rápido, o volume ficou maior em um breve intervalo de tempo.

Outro motivo para o aumento da produção é a demanda por carne no mercado internacional. Como a cadeira de ovos e de carne de frango  é a mesma, próprio cultivo de frango beneficia a produção de ovos.

Para onde vai tanto ovo? Principalmente para as gôndolas dos supermercados e casa das famílias. Com a recuperação da economia, mais gente diversifica o cardápio e consome bolos, salgados, sobremesas e alimentos à base de ovo. Goulart considera também o efeito de trabalhadores informais e por conta própria, que podem começar um comércio informal de alimentos. O ovo é um ingrediente bem comum.

A produção de ovo tem a ver com o aumento do preço da carne de boi? Não. A escalada de preço da carne bovina começou em outubro, e os dados do IBGE se referem ao período entre maio e setembro. Ainda não há informações sobre como está a produção de ovos a partir de outubro.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).