O Banco Central anunciou em setembro que a população poderia usar a partir de hoje duas novas funções do Pix: o saque e o troco. Os novos serviços permitirão que as pessoas saquem dinheiro no comércio sem a necessidade de usar cartão ou ir até uma agência bancária.

O problema é que nenhum comércio se registrou ainda junto ao BC para oferecer o Pix Saque e o Pix Troco. “Até o momento não há estabelecimentos registrados para ofertar os serviços”, informou o BC em nota.

O que isso significa? Que ainda não dá para fazer saques ou pegar o troco por meio do Pix no comércio.

Mas não era para as novas funções já terem sido liberadas? O BC diz que a adoção pela rede varejista será gradual e depende “de um contrato com uma instituição participante do Pix que atue como facilitador do serviço de saque”.

Além disso, o oferecimento do novo serviço é facultativo, ou seja, ninguém é obrigado a oferecer o Pix Saque e o Pix Troco.

Como o Pix Saque e o Pix Troco funcionarão? Para fazer um saque, o usuário terá de fazer um Pix para a loja onde vai retirar o dinheiro. No Pix Troco, o usuário pagará sua compra com Pix e receberá de troco a diferença entre o valor da compra e a quantia enviada para a loja.

Como mandar esse Pix para a loja? Tem que ser pela chave QR Code da loja. O Pix Saque pode ser feito pelo QR Code estático (aquela que fica na frente do balcão) ou dinâmico. Já o Pix Troco só pode ser feito com QR Code dinâmico.

Qual o benefício do Pix Saque e Pix Troco? A expectativa é que a novidade tenha um papel importante na sociedade: o de inclusão de mais pessoas no sistema financeiro.

“A novidade deve acabar com a escassez de dinheiro em papel em comunidades mais carentes, que não têm caixas eletrônicos. Uma pessoa que mora em uma comunidade, na hora que recebe o salário, tem que achar um caixa eletrônico, normalmente fica em uma fila e tira todo o dinheiro que tem de uma vez. De todas as funcionalidades do Pix, o saque foi uma ideia muito interessante e vai ser um marco para a inclusão financeira”, afirma Carlos Netto, CEO da Matera.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).