O C6 Bank anunciou que as transações com Pix feitas via maquininha C6 Pay terão tarifa zero nos três primeiros meses de uso do equipamento por varejistas. O Pix, nome do novo sistema de pagamentos, entra em operação na segunda-feira.

A gratuidade vale para transações em que a conta usada para receber o valor das vendas seja do C6 Bank. Nesse período, a gratuidade é ilimitada, independentemente do número de transações de Pix e do valor da venda.

Como fica depois? A partir do quarto mês de uso da maquininha, a gratuidade para o varejista valerá até o centésimo Pix realizado a cada mês. A partir da 101ª operação, o custo será de R$ 0,15 por cada Pix feito via C6 Pay. Esse custo será fixo e independe do valor da venda.

O Pix não é gratuito? É gratuito para pessoa física (desde que não associada a atividade comercial). Para pessoa jurídica, cada instituição pode definir uma tarifa.

Quem tem direito a essas regras? Para os empreendedores que já têm a maquininha C6 Pay, a gratuidade ilimitada vai até 16 de fevereiro. Para novos clientes da C6 Pay, a oferta começa a valer a partir do momento em que o dispositivo é contratado. Quem contratar a maquininha no primeiro dia de março, por exemplo, usufruirá do Pix grátis e ilimitado até o fim de maio.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).