Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo avançaram nesta sexta-feira, revertendo parte das fortes perdas da véspera, diante de uma alta nos mercados acionários e da desvalorização do dólar, embora os ganhos tenham sido limitados pela situação do coronavírus na Índia, importante país consumidor da commodity.

A Colonial Pipeline, dos Estados Unidos, informou na noite de quinta-feira que havia reiniciado todo seu sistema de oleodutos, retomando entregas a todos os seus mercados, depois de dias com operações paralisadas na sequência de um ataque cibernético.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 1,66 dólar, ou 2,48%, a 68,71 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA (WTI) avançou 1,55 dólar, ou 2,43%, para 65,37 dólares o barril.

Ambos os contratos haviam perdido cerca de 3% na quinta-feira.

As ações globais subiram e o dólar caiu nesta sexta-feira, depois que autoridades do Federal Reserve (banco central dos EUA) disseram que não há qualquer ação iminente para um aperto da política monetária da maior economia do mundo.

Como o petróleo é negociado em dólares, a desvalorização da moeda norte-americana deu suporte à commodity, já que a torna mais barata para detentores de outras moedas.

(Reportagem adicional de Jessica Jaganathan, em Cingapura, e Ahmad Ghaddar, em Londres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).