BRASÍLIA (Reuters) – A Petrobras protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedido de registro de oferta pública de distribuição secundária de ações ordinárias de emissão da BR Distribuidora, na qual a petroleira venderá a totalidade de sua participação de 37,5% do capital social da BR.

A Petrobras poderia levantar cerca de 11,5 bilhões de reais com a venda de 436.875.000 ações, com base em preço de fechamento de 26,42 reais de quarta-feira, acrescentando que o valor é meramente indicativo, podendo variar para mais ou para menos, conforme a conclusão do procedimento de bookbuilding.

A oferta, a ser precificada em 30 de junho, terá como coordenadores o Morgan Stanley, Bank of America, Citigroup Global Markets, Goldman Sachs, Itaú BBA, JP Morgan e XP Investimentos.

A Petrobras está vendendo ativos considerados não essenciais para levantar dinheiro e reduzir o peso da dívida.

A BR, líder na distribuição de combustíveis no Brasil, já havia sido privatizada há quase dois anos, por meio de uma oferta de ação da Petrobras.

(Por Anthony Boadle)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).