WASHINGTON (Reuters) – Menos norte-americanos entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego na semana passada em meio à queda das infecções por Covid-19, mas as perspectivas de curto prazo para o mercado de trabalho não estão claras depois que as tempestades de inverno devastaram a região Sul do país em meados deste mês.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego totalizaram 730 mil em dado ajustado sazonalmente na semana encerrada em 20 de fevereiro, em comparação com 841 mil na semana anterior, informou o Departamento do Trabalho dos EUA nesta quinta-feira. Economistas consultados pela Reuters previam 838 mil solicitações na última semana.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).