Com a forte disparada de novos casos de covid-19 e a lotação das UTIs de hospitais, o governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (dia 3) que todo o estado de São Paulo irá regredir para a fase vermelha, a mais restritiva, a partir de sábado até o dia 19 de março.

A fase permite somente o funcionamento de setores essenciais, como farmácias, supermercados, padarias, correios, clínicas veterinárias, postos de combustíveis, transporte coletivo e educação –as aulas presenciais foram mantidas nas mesmas condições que vigoram desde o mês passado.

Param shoppings, comércio de rua e academias.

“Há 41 dias o Brasil tem mais de mil mortes por dia”, disse Doria ao anunciar a medida. “São Paulo está encaminhando para internação um paciente a cada dois minutos em hospitais públicos ou privados em São Paulo. Esse é o termômetro da linha de frente”.

A medida impõe o mesmo confinamento imposto aos paulistas no pior momento da pandemia no ano passado, que foi entre abril e maio.

O Estado anunciou ainda a abertura de 500 novos leitos em hospitais.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).