A pandemia impactou o hábito de investimento de 22% da população, segundo dados da pesquisa C6 Bank/Datafolha divulgada hoje. Dessa parcela, 15% disseram que pararam de investir e guardar dinheiro, enquanto 7% estão investindo menos.

E como ficaram as demais pessoas? A pesquisa mostrou que 48% dos brasileiros não têm o hábito de investir. Ou seja, metade da população não guarda dinheiro.

Outros 17% estão investindo mais agora na pandemia, enquanto 11% estão guardando a mesma coisa.

O que as pessoas pensam sobre investimentos? Para um terço (33%), a poupança ainda é um bom investimento, mesmo rendendo menos que a inflação. Só 19% sabem que a poupança perde para a inflação (poupança rendeu 0,13% em agosto, contra um IPCA de 0,24%).

Outros 23% disseram que não perderam dinheiro com suas aplicações, enquanto 10% foram prejudicados.

“Durante o Império, a poupança de fato era o investimento mais seguro do Brasil, porque havia uma garantia do Estado. Esse histórico ajuda a explicar a confiança dos brasileiros na aplicação. Hoje em dia, o panorama mudou”, diz Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank. “Outros produtos, como CDB e LCI, contam com a mesma garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) que a poupança tem.”

A pesquisa foi feita entre os dias 21 e 31 de agosto de 2020, com base em 1.536 entrevistas nas cinco regiões brasileiras. A margem de erro máxima para o total da amostra é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.