RIO DE JANEIRO (Reuters) – A pandemia de Covid-19 no Rio de Janeiro está sob controle e a cidade vive seu melhor momento na pandemia, disse nesta sexta-feira o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

A cidade, que até pouco tempo era o epicentro da variante Delta do novo coronavírus no país, registra menos casos e óbitos, menor transmissão e redução nas internações. Atualmente na há fila de espera na rede de saúde e menos de 300 internados.

“A gente pode falar que tem uma situação controlada da Covid no Rio de Janeiro, com menor taxa de transmissão, de pacientes internados e desde o início da pandemia que a gente pode falar que temos uma situação de estabilidade“, disse Soranz a jornalistas.

A melhora no cenário sanitário se deve ao avanço da vacinação contra a Covid. Na capital, mais de 85% tomaram primeira dose e cerca de 60% já estão com ciclo vacinal completo.

De acordo com o secretário, em “sete a dez dias“ será possível flexibilizar o uso de máscara de proteção facial. Até lá, a cidade espera atingir 65 por cento das pessoas com duas doses da vacina. A cidade se prepara para realizar grandes eventos sem máscara e sem distanciamento como o réveillon e o Carnaval.

“Estou me preparando para isso. Réveillon, Carnaval, marcha para Jesus em dezembro… janeiro vai ser um mês de celebração da vida, se Deus quiser“, frisou o prefeito Eduardo Paes (PSD).

Até quinta-feira, o Estado do Rio de Janeiro tinha registrado 67.342 mortes por Covid-19, a maioria na capital.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).