Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou nesta quarta-feira que a PEC dos Precatórios será tratada com agilidade na Casa assim que for votada e encaminhada pela Câmara dos Deputados. O tema está na pauta desta quarta (27) na Câmara.

O presidente do Senado defendeu que a solução para os precatórios precisa levar em conta a necessidade de pagá-los, aliada à responsabilidade fiscal e ao respeito ao teto de gastos.

Garantiu, ainda, que tem o compromisso com o Executivo e com a Câmara, de ajudar a encontrar uma solução para o tema.

Pacheco também aproveitou para rebater críticas de que o Senado estaria segurando a votação de um outro projeto de interesse do governo, o da reforma do Imposto de Renda, externadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

O presidente do Senado afirmou que o projeto do IR tem criticas na Casa, mas não está “travado”. Segue, segundo ele, seu trâmite “lógico” e regimental.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).