A OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou um comunicado nesta segunda-feira (27), afirmando que cometeu um “erro de formulação” nos informes divulgados sobre a situação do coronavírus entre quinta-feira e sábado.

Segundo o relatório da OMS, divulgado pelo jornal O Estado de S.Paulo, o risco na China é “muito elevado” e em escala regional e global é “elevado”. Antes, a entidade havia dito que o potencial de gravidade da disseminação da infecção era “moderado”.

Na quinta-feira (23), a Organização afirmou que era “muito cedo” para falar em “emergência sanitária mundial”. De acordo com o balanço mais recente, 81 pessoas morreram e 2,7 mil foram infectadas, a maior parte na China, origem do vírus.

No Brasil, o Ministério da Saúde descartou o quadro de coronavírus para um paciente em Niterói (RJ), que continuará a ser acompanhada. Uma outra paciente, uma mulher de Belo Horizonte (MG), também já teve uma suspeita de coronavírus descartada.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.