A Abras (Associação Brasileira de Supermercados) divulgou a lista de produtos que mais subiram e mais caíram de preço em março. A lista faz parte do indicador Abrasmercado, uma cesta dos 35 produtos de largo consumo nos supermercados.

Em março, essa cesta ficou 0,7% mais cara em relação a fevereiro, passando de R$ 633,38 para R$ 637,82.  No acumulado dos 12 meses o valor da cesta subiu 22,75%.

O óleo de soja, apesar de ter ficado mais barato em março, ainda lidera o ranking de altas em 12 meses. O preço médio do produto, que era de R$ 3,91 em março de 2020, saltou para R$ 7,40 no mesmo mês deste ano, segundo pesquisa da IEA (Instituto de Economia Agrícola) de São Paulo.

Veja produtos com maiores altas de preços

  • Ovo: 6,64%
  • Arroz: 4,30
  • Carne dianteiro: 3,25
  • Feijão: 2,60%
  • Farinha de mandioca: 2,60%

Veja produtos com maiores quedas de preços

  • Batata: -11,75%
  • Tomate: -11,36%
  • Queijo muçarela: -3,23%
  • Queijo prato: -2,26%
  • Óleo de soja: -2,15%

Isso significa que esses itens voltaram aos patamares pré-pandemia? Não é bem assim. O óleo de soja, por exemplo, é o produto com maior alta de preço nos últimos 12 meses. Então, mesmo ficando mais barato em março, ainda está longe dos preços praticados antes da pandemia.

Veja maiores altas de março na comparação com mesmo mês de 2020

  • Óleo de soja: 87,5%
  • Arroz: 77,5%
  • Feijão: 39,5%
  • Pernil: 35,6%
  • Carne dianteiro: 33,9%
  • Carne traseiro: 32,3%
  • Leite longa vida: 13,7%
  • Frango congelado: 11,8%
  • Ovo: 11,7%

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).