Você já comprou alguma coisa por impulso depois de receber uma notificação no celular? Para 58% dos brasileiros, a resposta é sim.

O dado foi divulgado nesta segunda-feira (11) por uma pesquisa da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com o Sebrae.

Segundo o estudo, as compras não planejadas são motivadas por notificações de ofertas de aplicativos de lojas (58%), e-mails das lojas com ofertas e promoções (49%) e propagandas no Instagram (48%).

“O crescimento do comércio online ampliou também as divulgações de promoções e ofertas. Ao mesmo tempo em que o consumidor pode utilizar essas novidades a seu favor, como é o caso das notificações de promoções para uma compra que já era planejada, ele também pode cair na tentação das compras por impulso. É importante se manter atento para não comprometer o orçamento além do limite e se endividar”, afirma José César da Costa, presidente da CNDL.

Quem planeja as compras online? Apenas metade dos entrevistados costuma se planejar, enquanto 44% nem sempre fazem isso.

Os produtos mais comprados por impulso são comidas e bebidas por delivery (47%), moda e vestuário (42%), itens para a casa (26%) e eletrônicos e artigos de informática (21%). Já os motivos mais frequentes para compras impulsivas são as promoções (61%), ficar navegando nas lojas (43%) e o recebimento de ofertas de lançamento (28%).

Quais os principais canais de compra? Os locais mais usados para compras pela internet são os sites de lojas (86%), aplicativos de lojas (79%) e supermercados (68%). O WhatsApp apresentou um importante crescimento, passando de 18% em 2019 para 46% em 2021, com um aumento de 28 pontos percentuais.

Na hora de se comunicar diretamente com o lojista, o WhatsApp é o canal preferido.

Como a pesquisa foi feita? Foram ouvidas 958 pessoas, com mais de 18 anos, entre os dias 30 de março e 7 de abril deste ano.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).