Um funcionário do Facebook pediu que Mark Zuckerberg, presidente da gigante de redes sociais e quinta pessoa mais rica do mundo, desse sua opinião sobre a afirmação do presidenciável democrata Bernie Sanders de que bilionários não deveriam existir. Zuckerberg admitiu que, provavelmente, não deveriam.

“Ninguém merece tanto dinheiro”, disse Zuckerberg. “Acho que, se você faz algo bom, é recompensado, mas acredito que parte da riqueza que pode ser acumulada é despropositada.”

Zuckerberg, que tem patrimônio líquido de US$ 69,4 bilhões, estava falando na quinta-feira (dia 3) em reunião interna de perguntas e respostas que ele decidiu transmitir ao vivo ao público, após o áudio de reuniões semelhantes no início deste ano ter vazado. O funcionário da reunião disse que estava perguntando a Zuckerberg porque o executivo era o “único bilionário que posso consultar sobre esse assunto”.

Status pode ser útil

O cofundador do Facebook explicou que seu braço de investimentos filantrópicos, a Iniciativa Chan Zuckerberg, aposta em avanços científicos com o objetivo de erradicar todas as doenças no próximo século. Os investimentos da empresa podem ocorrer mais lentamente ou nunca se dependerem de recursos públicos, disse Zuckerberg. Por isso, ele tenta tornar seu status de bilionário em algo útil.

“A sugestão de que tudo isso deveria ser feito” pelo setor público “privaria o mercado e o mundo de uma diversidade de tentativas diferentes que podem ser tomadas”, disse aos funcionários.

Na terça-feira (dia 1), Sanders, do Partido Democrata, apresentou uma proposta de um imposto maior para bilionários visando a riqueza acumulada de uma pessoa, e não apenas em cima da renda.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).