Os preços da gasolina e diesel praticados pela Petrobras estão mais caros desde hoje nas refinarias. Mesmo tendo comprado o produto por um preço menor, os postos já começaram a repassar o aumento para os consumidores.

O argumento do setor é que é preciso compensar o custo da próxima compra de combustível, que já chegará com a fatura mais alta.

Esse aumento de hoje ainda não foi captado pelo IPCA-15, prévia da inflação oficial, divulgado hoje pelo IBGE. Mesmo sem essa alta, os números mostram a dificuldade do brasileiro para arcar com esses repasses: os combustíveis ficaram 40,79% mais caros em 12 meses.

O aumento foi igual para todos? Não, o etanol subiu mais de 56% no período. Veja abaixo:

  • Gasolina: 39,05%
  • Etanol: 59,62%
  • Diesel: 34,55%
  • Gás veicular: 37,14%

Como estão os preços na bomba? Os dados da última pesquisa da ANP ainda não sentiram o impacto do último aumento da Petrobras. Veja abaixo:

  • Gasolina: R$ 6,361
  • Etanol: R$ 4,819
  • Diesel: R$ 5,048
  • Gás: R$ 4,162
Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).