BERLIM (Reuters) – O sentimento do investidor na Alemanha caiu inesperadamente em abril, disse o instituto de pesquisa econômica ZEW nesta terça-feira, citando temores crescentes de que o consumo privado possa cair à medida que a maior economia da Europa se aproxima de ampliar as medidas de lockdown.

O ZEW informou que sua pesquisa sobre o sentimento econômico do investidor caiu para 70,7 pontos, sua primeira queda desde novembro de 2020, de 76,6 no mês anterior. Pesquisa da Reuters previa um aumento para 79,0.

“Os especialistas do mercado financeiro estão um pouco menos eufóricos do que no mês anterior”, disse o presidente do ZEW, Achim Wambach, em comunicado. “O índice ZEW de sentimento econômico está, no entanto, ainda em um nível muito alto e a situação atual é muito mais positiva do que em março.”

A Alemanha endureceu as medidas de lockdown em dezembro para conter uma terceira onda de infecções por coronavírus e a economia deve encolher nos primeiros três meses do ano.

O índice de condições atuais medido pelo ZEW subiu para -48,8 pontos de -61,0 no mês anterior, confirmando as avaliações de que a economia alemã permanece em um estado relativamente bom, já que a crescente demanda por produtos da China e dos Estados Unidos mantém as fábricas funcionando.

“Os temores de um lockdown mais rígido levaram a uma queda nas expectativas para o consumo privado”, disse Wambach. “Mesmo assim, as perspectivas para as exportações são melhores do que no mês anterior.”

(Por Joseph Nasr)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).