Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) – O Ministério da Saúde recebeu na última quinta-feira a comunicação sobre a nova variante da Covid-19 e, em nota técnica distribuída a Estados e municípios recomendou que se aumente a testagem e o rastreamento de contato de pessoas com contato com áreas de risco e se notifique imediatamente casos suspeitos.

De acordo com a nota, as informações prévias sobre a variante, que está sendo chamada de NU –13ª letra do alfabeto grego– mostram mais de 30 mutações na proteína S, a parte central do vírus.

Ainda não há estudos conclusivos, mas há o temor de cientistas de que algumas mutações podem afetar a capacidade de ação de anticorpos e também a facilidade de transmissão.

Apesar disso, o ministério não recomenda medidas mais rígidas de controle, como a restrição de entrada no país de pessoas vindas dos países já afetados. Essa recomendação foi feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas ainda não há decisão por parte do governo federal.

Além de aumento de testagem e rastreamento de possíveis contatos, o ministério recomenda que se alerte para cancelamento de viagens não essenciais, em especial para áreas de alta incidência da nova variante.

Pede ainda aos governos locais que intensifiquem as recomendações para necessidade de cumprimento de quarentena, testagem e isolamento no caso de sintomas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).