SÃO PAULO (Reuters) – O Ministério da Infraestrutura disse nesta sexta-feira que o titular da pasta, Tarcísio Gomes de Freitas, não se lançou oficialmente pré-candidato ao governo do Estado de São Paulo nas eleições marcadas para outubro deste ano.

Em sua transmissão semanal nas redes sociais na noite de quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro disse que o auxiliar aceitou a pré-candidatura.

“Ministro não se lançou oficialmente pré-candidato. A informação que está repercutindo é efetivamente a dita pelo presidente na live de ontem”, disse o ministério mais cedo ao ser questionado sobre o assunto.

Na live, Bolsonaro disse que Tarcísio, que estava ao seu lado, aceitou ser pré-candidato ao governo paulista.

“Ele ganhando as eleições vai fazer um trabalho semelhante ao meu, a começar pela escolha do secretariado”, disse o presidente, na transmissão.

Caso tome a decisão de participar da eleição de outubro, Freitas terá que deixar o cargo de ministro até o início de abril para ser candidato.

Em conversa com jornalistas no Palácio da Alvorada na véspera do Natal, Bolsonaro já havia afirmado que o titular da Infraestrutura disputará o governo de São Paulo e, na ocasião, disse ainda que já foi um acerto neste sentido com Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido ao qual Bolsonaro filiou-se recentemente para disputar a reeleição em outubro.

“A certeza é que o Tarcísio é o nosso candidato”, disse Bolsonaro na ocasião. “Ele quer colaborar com o futuro do Brasil, não apenas com São Paulo. Está acertado com o Valdemar Costa Neto essa legenda”, acrescentou.

Outros ministros devem ter o apoio de Bolsonaro nas eleições de outubro.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).