No mês de fevereiro, a produção da indústria caiu 0,4% na comparação com igual período do ano passado. A crise do coronavírus ainda nem havia chegado e o estado de São Paulo, que tem o principal parque industrial do país, viu sua produção cair mais de 3%. O dado, que reúne o desempenho das indústrias de cada estado, foi divulgado nesta quarta-feira (8) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Ainda segundo o IBGE, na comparação com janeiro, a produção industrial avançou 0,5%. Mas no acumulado de janeiro e fevereiro a queda foi de 0,6% e nos últimos 12 meses, a indústria recuou 1,2%.

Na comparação com fevereiro do ano passado, a redução na produção do setor ficou concentrada em 5 Estados:

  • São Paulo: -3,1%
  • Minas Gerais: -6,3%
  • Espírito Santo: -4,5%
  • Amazonas: -3%
  • Goiás: -1,4%

Em São Paulo, a queda foi puxada pelos setores de veículos automotores e derivados de petróleos, pressionado principalmente pela queda em óleo diesel, óleos combustíveis e gasolina automotiva. O setor alimentício também pressionou com a redução na produção de sorvetes e picolés, carnes bovinas congeladas e sucos concentrados de laranja, explicou Bernardo Almeida, analista responsável pela pesquisa.

Na contramão, os estados com melhor desempenho no mesmo período foram:

  • Pernambuco: + 12,3%
  • Rio de Janeiro: + 9,7%
  • Pará: + 7,5%
  • Paraná: +3,6%
  • Bahia: +3,3%
  • Mato Grosso: +3,2%
  • Santa Catarina: +2,3%

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).