Economistas do mercado financeiro revisaram mais uma vez para cima a previsão de inflação para este e para o próximo ano e reduziram a expectativa para o PIB (Produto interno Bruto) para os dois anos, de acordo com o relatório Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda (29).

Segundo o Focus, a previsão do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) para este ano foi de 10,12% para 10,15%. Para 2022, a expectativa foi de 4,96% para 5%, exatamente o teto da meta, já que esta será no ano que vem de 3,5%, com margem de 1,5 ponto.

A meta para este ano é de 3,75% com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Já a expectativa para o PIB, caiu de 4,80% para 4,78% em 2021 e de 0,70% para 0,58% em 2022.

A expectativa para o dólar foi mantida para os dois anos (R$ 5,50) e as previsões para a Selic também ficaram iguais: 9,25% (2021) e 11.25% (2022).

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).