Por Mas Alina Arifin

(Reuters) – O comércio de café permaneceu morno no Vietnã esta semana devido à escassez de grãos, com os comerciantes aguardando a nova safra que começa no mês que vem, enquanto o fornecimento diminuiu na Indonésia no final da colheita.

Agricultores nas Terras Altas Centrais, a maior área de cultivo de café do Vietnã, venderam o café por 39.900-41.400 dongs (1,75- 1,82 dólar) por quilo, ligeiramente acima da faixa de 39.500-41.000 dongs da semana passada.

“Perto da nova safra, os comerciantes tendem a esperar por novos grãos, embora os estoques dos agricultores estejam vazios”, disse um trader das Terras Altas Centrais.

“Chuvas fortes são esperadas neste fim de semana, mas as chuvas neste momento ajudarão a eliminar as cerejas fracas e estragadas das árvores antes do início da colheita.”

Outro trader da mesma região disse que o aumento nos preços globais se deu por interrupções na cadeia de suprimentos causadas pela escassez de contêineres no Vietnã e pelo aumento da demanda por grãos robusta dos torrefadores.

Os traders do Vietnã ofereceram robusta com 5% de pretos e quebrados grau 2 com desconto de 280 dólares por tonelada em relação ao contrato de novembro da bolsa, em comparação com a faixa de desconto de 270-280 dólares na semana passada.

(Reportagem de Mas Alina Arifin em Bandar Lampung)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).