O dólar deve terminar o ano cotado a R$ 5,40, segundo as previsões dos principais agentes financeiros compiladas e publicadas nesta segunda-feira (19) no Boletim Focus, do Banco Central. Trata-se da quarta semana  consecutiva que bancos e corretoras reajustam a cotação-alvo para a moeda norte-americana, e a confirmação de que há pouca esperança em ver o dólar abaixo de R$ 5,00 no curto prazo.

No início do ano, as previsões do Boletim Focus apontavam para dólar perto de R$ 5,00 ao final de 2021. A aposta era no controle da pandemia e na consequente retomada da economia. Mas o crescimento no número de casos e mortes, bem como o descontrole das contas públicas, mudaram o cenário.

O mercado reviu para cima também as previsões de dólar para o ano que vem. A cotação estimada passou para R$ 5,26 ao final de 2022, uma elavação de um centavo em relação à projeção publicada na semana passada.

Juros, PIB e inflação

O mercado manteve as previsões de juros para este ano. Segundo o Focus, a Selic deve fechar o ano em 5,25% — atualmente, a taxa está em 2,75%.

A projeção de IPCA subiu, e passou de 4,85% para 4,92% ao ano, ainda dentro da meta fixada pelo Banco Central para este ano.

Já a expectativa para o PIB caiu pela sétima semana, para 3,04%.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).