A Caixa Econômica Federal divulgou nesta quarta-feira (dia 12) que teve lucro de R$ 4,6 bilhões no primeiro trimestre, alta de 50,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, com melhora na margem financeira e inadimplência.

A margem financeira cresceu 6,8%, para R$ 11 bilhões, refletindo, principalmente, aumento nas receitas com operações de crédito e reduções nas despesas de recursos de clientes e de emissões de títulos e valores mobiliários.

A carteira de crédito ampliada encerrou março com saldo de R$ 799,6 bilhões, crescimento de 14,3% em relação ao primeiro trimestre de 2020.

No primeiro trimestre, foram concedidos R$ 93,2 bilhões de reais em crédito, crescimento de 1,3% ano a ano, com elevação de 38,7% em habitação e 86,8% em crédito ao agronegócio.

O índice de inadimplência acima de 90 dias ficou em 2,04%, redução de 1,10 ponto percentual em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

De acordo com os dados divulgados pelo banco estatal, o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) ficou em 16,33%, alta de 1,14 ponto na comparação trimestral.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).