A Latam e Azul começam a vender a partir de hoje passagens pelo acordo de codeshare (compartilhamento de voo) anunciado em junho. Por enquanto, serão vendidos bilhetes para 35 rotas. Até o fim de agosto, as companhias iniciarão as vendas de outras 29 rotas.

Qual o contexto? Com a pandemia, houve uma queda abrupta de voos, já que as pessoas pararam de viajar repentinamente. Para se adequar ao novo cenário, as companhias aéreas enxugaram a malha aérea e reduziram frequências de voos.

Com a reabertura parcial da economia, a demanda por viagens aéreas começa a crescer. Em vez de se arriscar e retomar as frequências antigas, algumas empresas fazem esse tipo de acordo de codeshare.

Quem vai operar os voos da parceria? Das 35 rotas disponíveis a partir de hoje, 23 serão cumpridas pela Azul enquanto 12 terão operação pelas aeronaves da Latam.

Das outras 29 rotas do acordo, 12 serão operadas pela Azul e 17 pela Latam.

Para onde são os voos do acordo? Neste primeiro momento, o codeshare terá pousos e decolagens para:

  • Brasília (BSB),
  • Belo Horizonte (CNF),
  • Recife (REC),
  • Campinas (VCP)

Na segunda fase, o codeshare prevê voos para os aeroportos de Porto Alegre (POA), Curitiba (CWB) e São Paulo – Guarulhos (GRU).

Como ficam as milhas de viagem? O acordo prevê acúmulo de pontos no programa de fidelidade TudoAzul e Latam Pass.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).