RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Justiça Federal cancelou um acordo fechado entre Norte Energia, concessionária da hidrelétrica de Belo Monte, e o órgão ambiental federal Ibama, em uma medida que reduzirá a vazão da hidrelétrica para a geração de energia, informou em nota o Ministério Público Federal.

A decisão, que atende a pedido do MPF, impede o compromisso entre ambas as partes que previa o desvio de 80% das águas do rio Xingu para as turbinas da usina.

“Com a decisão, a hidrelétrica fica obrigada a aplicar um hidrograma provisório, liberando água suficiente para a manutenção da vida na região da Volta Grande do Xingu até que apresente estudos técnicos suficientes sobre os impactos do desvio do rio”, disse o MPF em nota.

(Por Marta Nogueira)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).