SÃO PAULO (Reuters) – A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que representa fabricantes de suínos e frangos, afirmou nesta quinta-feira que, salvo em situações pontuais, os caminhoneiros liberaram a passagem de cargas vivas, perecíveis e ração, apesar dos bloqueios que ocorrem em várias rodovias pelo País.

“Não temos informações de bloqueios de cargas do setor”, destacou a ABPA em relação aos protestos, que atingem estados como Paraná e Santa Catarina, respectivamente os maiores produtores de carne de frango e suína do Brasil.

Segundo a Abrafrigo, que representa processadores de carne bovina, os protestos ainda não causaram interrupção no transporte de cargas das empresas do setor.

(Por Ana Mano)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).