(Reuters) – O principal índice de frete marítimo da Bolsa do Báltico registrou seu pior dia em nove meses nesta sexta-feira, com a oscilação das taxas de capesize.

O índice geral, que considera as taxas de navios capesize, panamax, supramax e handysize, caiu 243 pontos, ou 5,2%, para 4.410. O índice registrou perda semanal de 9,1%.

O índice capesize caiu 713 pontos, ou 10,3% –maior queda desde 27 de janeiro– para 6.205. O índice registrou perda semanal de 20,1%.

A taxa média diária para os capesizes, que transportam cargas de 150 mil toneladas, como de minério de ferro e carvão, caiu 5.911 dólares para 51.463 dólares.

Os contratos futuros de ferrosos da China despencaram na sexta-feira, com aço e ingredientes siderúrgicos registrando grandes quedas semanais, enquanto Pequim intensificava os esforços para controlar a alta dos preços do carvão.

O índice panamax somou 23 pontos, ou 0,5%, a 4.327, a máxima em mais de 11 anos. O índice subiu 6,4% na semana.

As taxas médias diária para o panamax, que transporta cargas de carvão ou grãos de cerca de 60 mil toneladas a 70 mil toneladas, aumentaram 208 dólares para 38.945 dólares.

O índice supramax caiu 40 pontos para 3.584, quebrando uma série de ganhos de 13 sessões.

(Reportagem de Kavya Guduru em Bengalore)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).