Qual a importância que você dá para o espaço para home office dentro de casa? É bem provável que sua resposta dependa do grau de isolamento social que mantém. Dados exclusivos da Pesquisa da Influência do Coronavírus no Mercado Imobiliário Brasileiro, realizada área de inteligência imobiliária do ZAP+, mostram que é assim que se comporta a maioria dos entrevistados.

Entre os que dizem não sair de casa de jeito nenhum, o espaço para home office é considerado muito importante por 43% dos entrevistados. Esse percentual cai para 38% entre os que dizem sair de casa somente para serviços essenciais.

Já entre os saem somente para trabalhar e os que dizem viver sem alterações no dia a dia, o home office é muito importante para apenas 22% e 25%, respectivamente.

 Impacto da renda

A importância que se dá para esse espaço também sofre impacto da renda. Entre os que tiveram aumento da renda, 39% consideram importante ter um local de home office em casa.

“Em casos em que o profissional foi demitido ou teve a carga de trabalho reduzida, é natural que o interesse por um espaço para home office seja menor. Da mesma forma, os profissionais que estão saindo de casa para trabalhar, seja por necessidade ou vontade, também priorizam menos essa característica durante a busca por um imóvel”, afirma Danilo Igliori, economista do DataZAP+.

Hora do home office?

Apesar de muita gente estar trabalhando em casa, o espaço para home office perde lugar no ranking dos atributos mais valorizados no imóvel para outras áreas, como varanda, jardim e cozinha espaçosa.

“Com a sobreposição de espaços de trabalho e moradia, a residência desejada passou a refletir outras necessidades, como por exemplo uma cozinha melhor equipada e capaz de facilitar o preparo dos alimentos. Não à toa, os fatores que mais ganharam importância na pesquisa foram imóveis com ambientes mais bem divididos, disponibilidade de varanda, e metragem maior”, diz Igliori.

Segundo ele, se a tendência do trabalho remoto for mantida após o fim da pandemia, “é possível imaginar que a planta dos imóveis sofrerá mudanças para atender esses desejos”.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).