LONDRES (Reuters) – O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) elevou nesta quinta-feira sua previsão para a produção global de trigo na temporada 2020/21, em parte refletindo revisões altistas para as safras da Austrália, Cazaquistão e Rússia.

Em atualização mensal, o órgão intergovernamental elevou sua estimativa para a safra global de trigo em 5 milhões de toneladas, para 773 milhões de toneladas.

O IGC ampliou sua projeção para a safra do cereal na Austrália para 33,3 milhões de toneladas, versus previsão anterior de 31,2 milhões. A cifra representa mais que o dobro dos 15,2 milhões de toneladas vistos na temporada anterior.

A entidade ainda projetou a safra do Cazaquistão em 14,3 milhões de toneladas, uma máxima de três anos, ante expectativa anterior de 12,4 milhões de toneladas.

Já a Rússia deverá produzir 85,3 milhões de toneladas, acima dos 84,5 milhões vistos anteriormente.

O IGC disse que não houve mudanças em sua previsão preliminar para a safra 2021/22, com a produção de trigo ainda fixada em um recorde de 790 milhões de toneladas.

A produção mundial de milho em 2020/21 foi estimada em 1,134 bilhão de toneladas, contra estimativa anterior de 1,133 bilhão.

O IGC também elevou sua perspectiva para a produção de arroz de 503 milhões para 504 milhões de toneladas, enquanto a previsão para a soja passou de 359 milhões para 360 milhões de toneladas.

(Reportagem de Nigel Hunt)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).