A família da lenda do futebol Diego Maradona, que morreu em novembro de 2020, entrou com uma ação na Justiça para não pagar o novo imposto criado pelo governo argentino para taxar grandes fortunas. Eles não são os únicos. O craque Carlos Tevez, capitão do Boca Juniors, também recorreu à Justiça para não pagar a nova contribuição solidária das grandes fortunas.

O imposto, que está em vigor desde dezembro de 2020, prevê a cobrança de uma alíquota progressiva de até 3,5% sobre bens declarados na Argentina e de até 5,25% sobre fortunas fora do país.

Só que a Argentina enfrenta dificuldades para fazer com que os milionários cumpram a cobrança.

Na última sexta-feira, herdeiros de Maradona entraram com uma reclamação formal em um tribunal de apelação nacional. Na quinta-feira passada, Tevez tinha entrado com a mesma apelação.

Procurado pela Bloomberg News, o advogado de Tevez, Juan Carlos Nicolini, confirmou o pedido, mas disse que a reclamação de seu cliente é confidencial e se recusou a dar mais detalhes. Ele estimou que atualmente já existem mais de 100 apresentações feitas por pessoas físicas que buscam a isenção do imposto.

Pelas estimativas do governo argentino, 13.000 cidadãos ricos devem pagar o novo imposto – são pessoas que possuem fortunas acima de U$ 2,2 milhões. O prazo para pagar vencia na sexta-feira passada.

A expectativa do governo era arrecadar 300 bilhões de pesos (U$ 3,2 bilhões) com o imposto. Mas o fisco recebeu apenas 6,1 bilhões de pesos, ou cerca de 2% da previsão inicial, até março. Dezenas de argentinos ricos estão contestando o imposto na Justiça, chamando-o de “confiscatório”.

‘Momento de crise’

Antes de sua morte, Maradona expressou apoio ao imposto, escrevendo no Instagram que “neste momento de crise, é necessária a ajuda de quem mais tem”. Maradona morreu em novembro, antes da taxa ser aprovada.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).