(Reuters) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, interrompeu o período de férias que iria tirar a partir deste fim de semana até 8 de janeiro, de acordo com publicação neste sábado em edição extra do Diário Oficial da União.

Procurado, o Ministério da Economia não informou de imediato o motivo do cancelamento das férias do ministro. As férias tinham sido publicadas no DO na semana passada.

Na véspera, Guedes concedeu entrevista coletiva em que contrariou declaração do presidente Jair Bolsonaro a respeito do não pagamento do 13º salário a beneficiários do Bolsa Família este ano.

Após Bolsonaro ter acusado o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) de ter deixado caducar a MP que autorizaria o pagamento, Guedes reconheceu que foi a equipe econômica do próprio governo que pediu que a medida não fosse votada porque não haveria recursos para o pagamento.

(Reportagem de Marcela Ayres, em Brasília)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).