WASHINGTON (Reuters) – Os gastos com construção nos Estados Unidos se recuperaram muito menos do que o esperado em março, uma vez que a força no setor imobiliário foi compensada pela fraqueza contínua nos gastos com estruturas não residenciais e projetos públicos.

O Departamento de Comércio dos EUA disse nesta segunda-feira que os gastos com construção subiram 0,2%, após registrarem queda de 0,6% em fevereiro.

Economistas consultados pela Reuters previam alta de 1,9% nos gastos com construção. A atividade, que representam cerca de 4% do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA, teve alta de 5,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

(Por Lucia Mutikani)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).