PARIS (Reuters) – A União Europa e o novo governo do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, devem suspender uma disputa comercial e ganhar tempo para encontrar um meio-termo, afirmou o ministro das Relações Exteriores da França, em comentários publicados neste domingo. “A questão que está envenenando todo mundo é a da escalada de preços e impostos em aço, tecnologia digital, Airbus e especialmente no nosso setor de vinhos”, disse Jean-Yves Le Drian em entrevista ao Le Journal du Dimanche.

Ele afirmou que espera que os dois lados encontrem uma maneira de resolver a disputa. “Pode levar tempo mas, enquanto isso, podemos sempre encomendar uma moratória”, acrescentou.

No fim de dezembro, os Estados Unidos aumentou tarifas sobre peças de aeronaves da França e da Alemanha, vinhos e outras bebidas alcoólicas na disputa de subsídios entre a Boeing e a Airbus, mas o bloco decidiu segurar a retaliação por enquanto.

Os EUA planejam apresentar uma proposta de reforma à Organização Mundial do Comércio (OMC), em fevereiro, e estão dispostos a considerar reformas para restringir a autoridade judicial do órgão da OMC que media disputas.

Faz anos que os EUA reclamam que o Órgão de Apelação da OMC formula novas regras comerciais injustificadas em suas decisões e bloqueiam as nomeações de novos juízes para impedir isso, tornando o órgão inoperante.

O governo Trump, que deixará o poder na quarta-feira, ameaçou impor tarifas em cosméticos, bolsas e outros bens da França em retaliação pelas taxas francesas sobre serviços digitais, que considerou discriminatórias contra empresas de tecnologia dos EUA.

(Reportagem de John Irish)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS AAP

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).