MILÃO (Reuters) – A montadora de carros de luxo Ferrari disse nesta terça-feira que adiou por um ano suas metas financeiras inicialmente estabelecidas para 2022, citando a pandemia de Covid-19, apesar de uma carteira de pedidos recorde no final do último trimestre.

“Nós Esperamos que as medidas prudentes que tomamos em 2020 e continuaremos em 2021 para ajustar nossas despesas em resposta à emergência da Covid-19 adiem por um ano o cumprimento do nosso guidance para o final de 2022”, disse o presidente do conselho de administração, John Elkann, em comunicado, apresentando os resultados do primeiro trimestre da empresa.

(Reportagem de Giulio Piovaccari)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).