A fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, no Paraná, retomará a produção no dia 18 de maio, próxima segunda-feira. As demais unidades fabris da empresa, localizadas no Estado de São Paulo – São Bernardo do Campo, Taubaté e São Carlos – têm previsão para retornarem à operação no final de maio.

“Vamos começar de uma forma muito planejada, com distanciamento recomendado entre as pessoas e seguindo todas as boas práticas de limpeza e higiene. Estamos levando as orientações aos nossos empregados de forma didática e por meio de vídeos, porque será uma experiência inédita para todos e o entendimento de todas as regras será fundamental para nos acostumarmos rapidamente a esta nova realidade”, afirma Pablo Di Si, CEO e presidente da Volkswagen para a América Latina.

Desde quando a produção está parada? As fábricas da Volkswagen estão paradas no Brasil desde o dia 23 de março.

Como foi a volta no restante do mundo? A Volkswagen retomou a produção de automóveis na Europa em 20 de abril,  começando pelas fábricas de Zwickau, na Alemanha, e Bratislava, na Eslováquia. Depois voltaram as fábricas de Portugal, Espanha, Rússia e Estados Unidos.

Quanto ela emprega no país? No Brasil, a Volkswagen tem 15 mil empregados, distribuídos em quatro fábricas, um centro de peças em Vinhedo (SP) e escritórios regionais.

Qual o contexto do setor? Em abril, as fábricas produziram 1,8 mil unidades, o menor resultado para um mês desde o início da série histórica da Anfavea, em 1957. Para se ter uma ideia do tamanho do atraso, foi neste ano em que o Brasil começou a produzir e montar carros. Nem sequer os Fuscas eram fabricados aqui — o primeiro só foi montado em 1959.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.