A mineradora brasileira Vale e autoridades estaduais reduziram sua lacuna em um possível acordo global para reparação de danos pelo desastre de Brumadinho para R$ 11 bilhões, antes que as negociações fossem encerradas sem sucesso na véspera, afirmou uma fonte envolvida na negociação.

Autoridades de Minas Gerais haviam aceitado reduzir o valor a ser pago pela Vale para R$ 40 bilhões, ante R$ 54 bilhões pedidos previamente, disse a fonte, que falou na condição de anonimato. A Vale ofereceu R$ 29 bilhões, disse a pessoa, com as negociações fracassando sobre a diferença.

Procurada, a Vale reafirmou posicionamento enviado na véspera, de que continuará a cumprir integralmente sua obrigação de reparar e indenizar as pessoas, bem como de promover a reparação do meio ambiente, independentemente de haver condenação ou acordo.

“Até o momento, a empresa destinou cerca de R$ 10 bilhões para estes fins… A Vale reitera sua confiança no Poder Judiciário”, informou em nota.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).