A senadora Elizabeth Warren confirmou que desistiu da corrida presidencial nesta quinta-feira (5)Ela não venceu estado algum na disputa da “Super Terça” e se viu sem caminhos possíveis para conquistar a indicação democrata.

Em uma publicação no Twitter, ela afirmou que “nosso trabalho continua, a luta segue em frente e os grandes sonhos nunca morrer. Do fundo do meu coração, obrigado”.

Warren nunca ficou acima dos 30% em todas as disputas das primárias democratas que disputou. Suas propostas políticas se mostraram insuficientes para obter apoio da base ampla e racialmente diversa que é necessária para unir o partido.

Mesmo com derrotas nas primeiras disputas, Warren mantinha alguma força me sua candidatura em razão dos bons desempenhos nos debates em que participou, causando dificuldades especialmente para o então candidato Michael Bloomberg, que desistiu de tentar a indicação na quarta-feira (4) e anunciou seu apoio ao ex-vice-presidente Joe Biden.

Slogan não foi suficiente para sustentar candidatura. Mas, ao longo de sua campanha, seu slogan “eu tenho um plano para isso” foi insuficiente para superar as dúvidas dos eleitores sobre sua capacidade de vencer Donald Trump. Ela se viu espremida entre um eleitorado progressista que favorecia cada vez mais Sanders e os moderados que a viam como esquerdista demais para atrair eleitores de estados indecisos.

Ela acabou ficando atrás de seu colega de Senado Bernie Sanders e também do inesperado Pete Buttigieg na disputa pelo estado de Iowa. Ela se saiu ainda pior em New Hampshire, se colocando em quarto lugar, embora se esperasse dela uma boa vantagem por ser senadora por Massachusetts, um estado vizinho

Mudança de estratégia não causou virada esperada. Na disputa por Nevada, em 22 de fevereiro, ela reformulou sua estratégia de campanha. Em vez de manter seu discurso dedicado à uma visão de “grandes mudanças estruturais”, ela começou a bater de frente com seus rivais  No debate realizado em Las Vegas, ela atacou Bloomberg por seu comportamento em relação às mulheres, o que foi um duro golpe na candidatura do ex-prefeito de Nova York.

Seu desempenho nesse debate lhe rendeu uma arrecadação de doações eleitorais da ordem de US$ 29 milhões,  sua melhor marca em toda a campanha. Mas o dinheiro não foi o suficiente. Ela não conquistou delegados em Nevada ou na Carolina do Sul e não demonstrou força entre eleitores latinos e negros. Quando os resultados finais da Super Terça, seu total de delegados era de 65 delegados, contra 596 para Biden e 531 para Sanders.

Sua desistência mostra como a maré virou em pouco mais de 6 meses. Em outubro de 2019, ela dividia a liderança da corrida com Biden. Mas Warren se viu colocada de lado com a entrada de Bloomberg na disputa e com a reação de Sanders, que o levou ao primeiro lugar entre os candidatos democratas.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).