As empresas relatam sentir cada vez menos os efeitos negativos da pandemia em seus negócios. Pesquisa Pulso Empresa divulgada hoje pelo IBGE mostra que 33,5% das companhias entrevistadas informaram que a pandemia teve efeito negativo em suas atividades na segunda quinzena de agosto. Na primeira quinzena, o percentual era de 38,6%.

Quando se olha para o início da pesquisa, em junho, a redução é gritante. Na primeira quinzena de junho, 70% relatavam que a pandemia havia prejudicado seus negócios.

Ao mesmo tempo, o percentual das que relatam que a pandemia teve efeito pequeno ou inexistente saltou de 16,2% na primeira quinzena de junho para 37,9% na segunda quinzena de agosto.

As que informaram que a pandemia teve efeito positivo para suas atividades subiu de 13,6% para 28,6% no período.

As empresas que mais sentiram os efeitos negativos da pandemia foram as de construção (40,0%), seguidas pelas do comércio (36%).

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.