O número de anúncios de imóveis na OLX aumentou 18% no terceiro trimestre de 2020, em comparação ao mesmo período de 2019, segundo pesquisa divulgada pela empresa nesta sexta-feira (18).

O general manager do ZAP+ na OLX Brasil, Marcos Leite, afirma que a pandemia exerceu influência direta no aumento dos anúncios. “Passar mais tempo em casa durante a pandemia fez as pessoas repensarem no conforto de suas casas e na possibilidade de se mudarem para outra localidade. O desapego de seus imóveis foi percebido na plataforma com o aumento de ofertas nos últimos meses”, afirma.

Quais os anúncios mais populares? As casas e apartamentos representam a maior parte dos anúncios de imóveis na plataforma, com 31% e 47%, respectivamente. Em seguida aparecem os terrenos, sítios e fazendas, com 14%. Apesar de serem menos numerosos, este tipo de anúncio foi o que mais cresceu, com alta de 37%.

Os imóveis com dois quartos são os mais oferecidos na plataforma (42%), seguidos pelos de três (36%), de quatro (10%), de um (8%) e com nenhum ou cinco quartos, ambos empatados com 2%.

Segundo a OLX, mais de 1,6 milhão de usuários buscam imóveis no site e no aplicativo da companhia todos os dias.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).