SÃO PAULO (Reuters) – O dólar reverteu a queda de mais cedo e fechou em alta contra o real nesta quarta-feira, movimento ditado inicialmente pela tomada de fôlego da moeda no exterior a partir do fim da manhã e intensificado à tarde por novas declarações do presidente Jair Bolsonaro entendidas como ameaça de intervenção na Petrobras e críticas à vacinação.

O dólar à vista subiu 0,79%, a 5,6456 reais na venda. A moeda oscilou entre 5,5491 reais (-0,94%), por volta de 11h45, e máxima de 5,6557 reais (+0,97%), já na última hora de negócios no mercado à vista.

(Por José de Castro)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).