O dólar à vista renovou mínima a R$ 5,5681 (-0,57%) há pouco, reagindo a um movimento de redução de posições cambiais por investidores estrangeiros no futuro e principalmente via contratos de NDF (Contrato a Termo de Moeda) negociado no mercado de balcão, a fim de assegurar uma taxa em reais mais favorável em meio ao leilão de concessão de aeroportos, disse Jefferson Rugik, diretor-superintendente da corretora Correparti.

Ele citou como exemplo uma empresa estrangeira do setor que ganhar o leilão e precisar pagar R$ 100 milhões, o que a levaria a vender o dólar futuro hoje pra travar taxa, a fim de estimar quanto precisará internalizar em moeda estrangeira na data de liquidação financeira da operação.

A francesa Vinci Airports, por exemplo, levou o bloco Norte por R$ 420 milhões, com ágio de 777,4%.

Às 11h09, o dólar à vista recuava 0,37%, a R$ 5,5790.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).