WASHINGTON (Reuters) – O déficit comercial dos Estados Unidos saltou para uma máxima recorde em março em meio ao aumento da demanda doméstica, que está atraindo importações, e a diferença pode aumentar ainda mais conforme a atividade econômica do país se recupera mais rápido do que a de outras nações.

O déficit comercial aumentou 5,6%, para uma máxima recorde de 74,4 bilhões de dólares em março, informou o Departamento do Comércio nesta terça-feira.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um salto negativo em março de 74,5 bilhões de dólares.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).