Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) – A criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos provavelmente acelerou em setembro uma vez que a onda de infecções de Covid-19 do verão começou a diminuir, alimentando a demanda por serviços que exigem contato como alimentação fora de casa, e posicionando o Federal Reserve para começar a reduzir suas compras mensais de títulos.

O relatório de emprego que o Departamento do Trabalho divulga nesta sexta-feira também deve sugerir que uma aparente forte desaceleração na atividade econômica no terceiro trimestre foi temporária. Ainda assim, uma escassez de mão de obra e matérias-primas restringe o mercado de trabalho e a economia.

Segundo pesquisa da Reuters junto a economistas, provavelmente foram criadas 500 mil vagas de trabalho no mês passado, o que deixaria o nível de emprego cerca de 4,8 milhões de postos de trabalho abaixo de seu pico de fevereiro de 2020.

As estimativas vaiaram de 700 mil a 250 mil postos. A economia criou 235 mil vagas em agosto, menor número em sete meses, com as contratações em lazer e hotelaria estagnando.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).