Por Carolina Mandl

SÃO PAULO (Reuters) – Os empréstimos bancários no Brasil cresceram 15,4% em 2020, seu ritmo mais rápido desde 2012, mostrou uma pesquisa da Febraban, divulgada na quinta-feira.

O crescimento foi impulsionado por empréstimos a empresas, que buscaram dinheiro para enfrentar a crise econômica decorrente da pandemia Covid-19.

A carteira de crédito a empresas cresceu 21,7% em 2020, enquanto o crédito a pessoas físicas aumentou 10,8%, apurou a pesquisa da Federação Brasileira de Bancos, que cobriu 68% da carteira de crédito do país.

O crescimento foi impulsionado principalmente por linhas de crédito lançadas pelo governo em resposta à pandemia, disse a Febraban, especialmente para empresas. Os novos desembolsos para empresas vindos de linhas garantidas pelo governo dobraram ante 2019.

Em dezembro, o crescimento da carteira total de crédito foi de 1,5%, oitavo mês consecutivo de crescimento, com as pessoas físicas e jurídicas crescendo no mesmo ritmo.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).