Os brasileiros gastaram 9% a mais no 4º trimestre em relação ao período anterior, de acordo com a pesquisa de Hábitos de Consumo das Classes C e D da Superdigital, fintech do Grupo Santander. Esse aumento foi puxado pelo efeito do auxílio emergencial no poder de compra dessa faixa da população.

A maior variação registrada entre o 3º e 4º trimestre foi com transporte, que cresceu 19%, seguido de restaurante (13%), lojas de roupas (11%), supermercado (10%), companhias aéreas (7%) e combustível (6%).

No segmento de serviços, que inclui correios, estacionamento, cartório, dentista, academia, ótica, entre outros, houve um recuou de 17%. Rede online, que considera aplicativos de delivery de comida, de streaming, entre outros, caiu 13%. Já hotéis e motéis recuaram 11%.

O que explica esse aumento no consumo? O impulso foi dado pelo pagamento das últimas parcelas do auxílio emergencial e do 13º salário, segundo Luciana Godoy, CEO da Superdigital no Brasil.

Com a flexibilização das atividades econômicas, os gastos em lojas físicas aumentaram em comparação ao e-commerce. Nos três últimos meses de 2020, as compras online recuaram em quase todos os itens – o que não significa que essa modalidade de compra foi abandonada.

“Podemos notar que o recuo não foi tão grande, e parte substancial do consumo ainda permanece pelas vias online, o que mostra que a mudança de comportamento foi mesmo acelerada pela pandemia e as compras em e-commerce vieram para ficar”, explica Godoy.

Recortes regionais

O estado com maior aumento do consumo das classes C e D foi Pernambuco, que avançou 32%. Os gastos que mais cresceram foram os com rede online (56%), combustível (18%), lojas de roupas (15%), transportes (13%) e diversão e entretenimento (12%).

Veja os estados que mais avançaram no 4º trimestre:

  • Pernambuco: 32%
  • Paraná: 23%
  • Rio de Janeiro: 22%
  • Bahia: 21%
  • Ceará: 20%
  • Minas Gerais: 19%
  • Rio Grande do Sul: 19%
  • Espírito Santo: 16%

Metodologia do estudo: A pesquisa foi realizada baseada nas transações feitas pelos clientes da Superdigital.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).