SÃO PAULO (Reuters) – A construtora Viver informou nesta segunda-feira que pediu na justiça o encerramento de sua recuperação judicial, quase cinco anos após início do processo.

Segundo a companhia, após ter recebido cinco capitalizações desde 2018, com a conversão de dívidas em capital e o pagamento de credores, 98% de sua dívida habilitada foi quitada.

Além disso, valores remanescentes e outros créditos ilíquidos anteriores ao pedido da recuperação judicial seguem sujeitos aos efeitos do plano.

“A conclusão da recuperação judicial permitirá que a companhia continue a crescer”, disse a Viver no fato relevante.

A empresa pediu recuperação em setembro de 2016, com mais de 930 milhões de reais em dívidas. Aprovado por credores, o plano de recuperação judicial foi homologado em dezembro de 2017.

(Por Aluísio Alves)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).