Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – Em sessão do Congresso nesta quinta-feira, deputados e senadores aprovaram, em votações separadas, uma proposta enviada pelo governo Jair Bolsonaro que abre um crédito especial de 9,3 bilhões de reais neste ano para o pagamento do Auxílio Brasil, o programa que substitui o Bolsa Família.

Os recursos bilionários para custear o programa virão de um remanejamento de despesas do programa anterior. O projeto vai agora para sanção do presidente.

O governo trabalha para aprovar, no Senado, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que muda a forma de pagamento dos precatórios e altera o prazo de correção do teto de gastos pelo IPCA, para abrir espaço fiscal de forma a custear o Auxílio Brasil.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).