A produção de soja do Brasil em 2020/21 foi estimada nesta quinta-feira em recorde de 133,7 milhões de toneladas, o que seria um crescimento de 7% ante a temporada anterior, quando a seca afetou as produtividades no Rio Grande do Sul, de acordo com o primeiro levantamento da estatal Conab para a nova safra.

A estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento fica ligeiramente acima de projeção de 133,5 milhões de toneladas divulgada para a nova temporada em evento sobre perspectivas, em agosto.

Em meio a preços recordes da soja e avançadas vendas antecipadas para a safra que começa a ser colhida no início de 2021, a Conab estimou o plantio da oleaginosa em 37,9 milhões de hectares, aumento de cerca de 1 milhão de hectares na comparação com a temporada anterior.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).